03 Março 2013
atualizado em 18 Março 2013, 05:53
Versão para impressão

Um jogo com qualidade e muita alma levou o GEA ao triunfo frente ao Vila Nova. Em casa da poderosa equipa de Goiânia, o GEA não se intimidou e discutiu o jogo, indiferente à melhor classificação do adversário e ao facto de na jornada anterior o Vila Nova ter vencido por 5-2. O Vila apresentou-se com moral e o GEA fez o seu jogo: com respeito, ambição, organização e qualidade. Assim, abriu o marcador por Nei e ampliou por Américo. Pelo meio, Welthon desperdiçou uma grande penalidade. Mas só falha quem não tem coragem de marcar. E nem o golo do Vila, já no tempo suplementar, colocou em casa a justiça e o mérito do triunfo do Grémio Esportivo Anápolis.

Contra o Vila, no OBA, o GEA alinhou assim: Walber, Jailson, Jaime, Luizão, Elízio, André, Renato, Nick (Américo, 69'), Jorginho (Tindurim, 45'), Wethon (Túlio, 65') e Nei.

Golos: Nei (35') e Américo (85')